Tai Chi Chuan 太極拳  (Tàijí quán)

Podemos traduzir o taijiquan por “Expressão Mais Alta de Arte Marcial”. O taijiquan, portanto, foi criado embutindo o taoísmo, a filosofia, na arte marcial chinesa. Em outras palavras, o taijiquan é baseado filosoficamente na teoria yin-yang do Yi-Jing e os movimentos são derivados de milhares de anos de desenvolvimento da arte marcial chinesa. Cada movimento tem sua função e significado, e pode ser usado para a autodefesa, como também direciona o praticante a se tornar parte integrante da natureza, do ambiente. Os movimentos surgem dos pés, que estão enraizados na terra, atravessam as pernas, passam pelo “dan tian” (胆天), o seu centro, e este direciona as ações, passando pelo tronco, braço e terminando nas mãos, terminando com a projeção do movimento para fora do seu ser. Todos os movimentos são acompanhados de respiração, a inspiração, o yin, e a expiração, o yang. Os caminhos percorridos na execução de cada movimento são os “nervos”, na medicina oriental, os meridianos, que ficam desbloqueados, livres para a movimentação da força vital, o qi (氣, 气), o que torna o taijiquan exercício para manter a saúde. Todos os movimentos são direcionados pela mente (意), sendo portanto movimentos conscientes, na presença de espírito (神, shen), a intenção.

 

 

 

 

 

 

 

 

Com os meridianos desbloqueados, com a mente e o espírito em ação, permite-se um lançamento do qi em grande quantidade, quando isto for necessário para aplicações marciais. Pode-se dizer que o taijiquan é um movimento que envolve o corpo inteiro: se qualquer parte move, todo o corpo move em coordenação. Se alguma parte do corpo pára, todo o corpo para ao mesmo tempo. Com isto atinge o equilíbrio dentro de si, com o ambiente onde se encontra, com a natureza; dissolvem-se as tensões, normalizam-se as circulações, melhora a respiração. Restabelece a saúde. Conhecido também por “boxe de sombra”, é um dos ramos importantes da arte marcial chinesa tradicional conhecida por “wushu” (武術, 武术). As artes marciais chinesas são classificadas em internas (内家)e externas (外家). O taijiquan é interna. O interno é a fundação, a base da transformação, enquanto que o externo é o ambiente, a condição para a transformação. O papel do interno é para receber, adaptar e neutralizar o externo na maneira a mais consciente e sensível.

 

  • facebook-square
  • twitter-bird2-square
  • google-plus-square

© 2020 by AGTKF. No animals were harmed in the making of this site.

® todos os direitos reservados.